CA Direito

Ao chegar ao fim, o século XX deixou um rastro de contradiçõ 17518

Ao chegar ao fim, o século XX deixou um rastro de contradições, em que conquistas extraordinárias - ainda que partilhadas muito seletivamente - misturam-se a atos que comprovam a não-existência de limites à deformação da natureza humana. Assim é que o totalitarismo, seja sob a forma de nazismo, seja sob o modelo stalinista, inscreve-se entre os grandes fenômenos históricos desse "breve", porém intenso, século recém-findo. No fértil mundo das idéias, em um período em que pontificam pensadores do porte de Heidegger, Gramsci, Bergson, Luckács, Jaspers, Merleau-Ponty, Croce, Freud, Dewey, Beauvoir e Sartre, apenas para citar alguns, ninguém penetrou mais fundamente na essência dos regimes totalitários contemporâneos que Hannah Arendt. Fê-lo de tal forma que, ainda hoje, quem quiser compreender o fenômeno do totalitarismo certamente não poderá desconhecer parte considerável da obra de Arendt.A partir do texto acima, e tendo em vista a reflexão de Hannah Arendt acerca do totalitarismo, julgue o item a seguir.Para Hannah Arendt, o fenômeno totalitário foi uma ruptura que, a um só tempo, correspondia a um tipo de desdobramento das utopias capitalista e socialista; seu caráter inovador - como forma de governo e método de dominação - fundamentava-se na ideologia, no terror e na máquina burocrática de massas e, sob o ponto de vista teórico, encontrou uma tradição ocidental desprovida de categorias ou respostas para examiná-lo.

Questão no QuestionsOf: Ao chegar ao fim, o século XX deixou um rastro de contradiçõ 17518

Questões similares