CA Direito

Seis dias e seis noites em Doha restituíram a capacidade da 17459

Seis dias e seis noites em Doha restituíram a capacidade

da OMC de transformar discórdia em concórdia e dissiparam a sombra de

Seattle. Nada mais oportuno, dada a assustadora acumulação de perigos.

Um fracasso teria condenado a OMC à inação. A pressão para que os países

renegassem o internacionalismo, assumissem as reclamações

protecionistas feitas pelos populistas e seguissem aferrados às

estreitas prioridades nacionalistas era enorme. Mesmo assim, eles não se

dobraram. Os ministros dos 142 países-membros da OMC chegaram à rodada

de negociações decididos a conceber um programa equilibrado. Declaramos

claramente que os direitos dos países pobres têm primazia sobre as

patentes de medicamentos na área de saúde pública. Na esfera da

agricultura, o mandato de negociação oferece aos países em

desenvolvimento a possibilidade de obter benefícios comerciais

substanciais.Mike Moore. A rodada de Doha. In: Folha de S. Paulo, 2/12/2001, p. A3 (com adaptações).A partir do texto do ex-premiê da Nova Zelândia e atual diretor-geral da OMC, julgue o item que se segue.Não se pode assegurar a quem se dirige a crítica de Moore quando ele fala de "populistas"; seguramente, sabe-se que essas práticas protecionistas são próprias dos países pobres ou em desenvolvimento, ao contrário das economias mais pujantes, que não admitem outra forma de comércio mundial que não aquela feita exclusivamente nos termos do mais puro liberalismo.

Questão no QuestionsOf: Seis dias e seis noites em Doha restituíram a capacidade da 17459

Questões similares